Bazar Moderno / Café Bompastor

O Bazar Moderno foi inaugurado numa quinta-feira, 28 de Maio de 1908, tal como se lê no periódico “O Ave“.

O Ave nº 90 – 3 de Junho de 1908

Exatamente dezoito anos volvidos seria efetuada a revolução que implantaria a ditadura militar, o Estado Novo. Coincidentemente, o largo onde se encontra este edifício tomou o nome do dia da revolução, também o dia da inauguração do Bazar Moderno. O Largo dos Artistas, anteriormente conhecido por Largo do Senhor da Cruz, foi renomeado Largo 28 de Maio em 1934, mantendo essa denominação até à Revolução dos Cravos, em 1974, voltando então ao seu nome anterior, Largo dos Artistas, que se mantém até aos dias de hoje.
O Bazar Moderno, “Officina de Móveis e Colchoaria de Bompastor e Araújo”, era pertencente a António Araújo e João Bompastor, que eventualmente cedeu a sua parte ao seu irmão António Bompastor.
Note-se na imagem os carris dos Carros Americanos, os quais já mostrámos numa publicação anterior e que serão brevemente alvo de um artigo dedicado.

Após a morte dos dois sócios e num período de especulação imobiliária, os novos donos do edifício, herdeiros dos anteriores proprietários, decidem-se por uma remodelação, nascendo assim o Café Bompastor, no primeiro dia de 1948.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA Rua 5 de Outubro
Próximo artigoOs estaleiros em 1937

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of