Palacete Melo

O Palacete Melo, uma das mais antigas construções existentes da época da expansão balnear, foi mandado construir em 1886 pelo Comendador Joaquim Maria de Melo, vilacondense emigrado no Brasil.

Este foi um dos principais centros de hospedagem da colónia balnear nos seus primeiros tempos, até à inauguração do Hotel da Avenida, em 1893, futuramente renomeado de Palace e Palácio Hotel. O comendador recebia no seu Palacete famílias do seu círculo de conhecimentos, tendo o Palacete Melo sido apelidado também de “Hotel dos Banhistas” durante estes breves anos.

O Palacete Melo foi adquirido por outro comendador, Bento Luiz de Aguiar, com percurso de vida semelhante ao de Joaquim Maria de Melo, e que o renomeou de “Villa Josephina” em homenagem à sua esposa. Este foi o lar do Arcebispo de Braga, D. Manuel Baptista da Cunha, refugiando-se das lutas religiosas que a república abriu. Aqui ficou até ao fim dos seus dias, a 13 de Maio de 1915.

Outros proprietários ilustres foram o industrial Delfim Ferreira, considerado o homem mais rico de Portugal, e o seu genro, Eng. Rodrigo de Carvalho, dono da Quinta da Cova da Andorinha, mais conhecida actualmente como “Quinta do Eng. Carvalho”. Nos anos 40 foram removidas duas esculturas que encimavam o Palacete, intituladas “Artes” e “Commercio”, que se encontram hoje no Jardim da Quinta dos Frades, em Armamar, propriedade de descendentes do industrial.

Actualmente propriedade municipal, e depois de ser utilizado como jardim de infância, para o Palacete Melo está projetada a instalação de uma Pousada da Juventude, com vários quartos duplos e camaratas, num total de 48 camas, ficando ainda a dispor de áreas de convívio, salas de jantar e de pequeno-almoço, biblioteca, sala de estar, uma ampla marquise e jardim.

Galeria de Imagens:

Contactos:

Endereço: Avenida Bento de Freitas, 460 – 4480 Vila do Conde

Na loja:

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPraça Velha
Próximo artigoPraça D. João II

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of