Villa Valeriani

Carta de Doação da Villa Valeriani – Arquivo Nacional da Torre do Tombo

O mais antigo documento que faz referência a Vairão com um topónimo antroponímico semelhante ao que chegou aos dias de hoje, data de 12 de Maio de 974. O presbítero Romário e a sua irmã Emilo doam a Villa Valeriani (uilla que dicent ualleriani), entre Macieira e Fornelo (inter uilla mazanaria et fornellu) a Domitria e ao seu mosteiro dúplice, de frades e freiras. Nesta escritura são ainda cedidas duas igrejas, uma com devoção a Santa Maria, São Miguel e São Martinho, outra com devoção a São Miguel e São Mamede.

Uma villa, no período medieval, teria já uma definição próxima da atual: uma casa de campo, usualmente não a de residência principal, com zona de cultivo, mais ou menos fortificada, mas sempre associada a gentes de altas classes sociais. Vila do Conde também tem a sua origem na Villa de Comite, ou Villa Comitis.

Valeriani é um apelido patronímico derivado de Valerio (ou Valerius em latim)1, existente em Portugal na forma “Valério” e comum ainda hoje em Itália. Daqui se depreende que esta propriedade teria sido edificada por intenção de uma pessoa denominada Valerio, dando-lhe este o nome de família dos seus descendentes. Algo como “a casa da família de Valerio”.

O documento acima referido é de extrema importância para subsidiar uma compilação da História de Vairão, pois também aqui se encontra a mais antiga alusão à existência de uma comunidade religiosa neste local.

  1. Italy Heritage
COMPARTILHAR

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of